Instrumentos Mortais – Cidade de Vidro (Cassandra Clare)   Leave a comment

INSTRUMENTOS MORTAIS - VOL 03 CIDADE DE VIDRO

Sinopse: Para salvar a vida de sua mãe, Clary deve viajar até a Cidade de Vidro, lar ancestral dos Caçadores de Sombras — podemos pular a regra de que diz que entrar em Alicante sem permissão é contra a lei e ir contra a lei pode significar a morte? E também que chegar lá, criando um Portal sozinha, só mostra o quanto os poderes de Clary são sofisticados e como isso é perigoso? Para complicar ainda mais, quando chega à cidade, ela logo descobre que Jace não a quer por perto (o que não se aplica a outras meninas…) e Simon, que nem queria estar ali, está sendo investigado por ser um vampiro que pode suportar a luz do sol.
Nem o fora de Jace nem estar quebrando as regras irão afastar Clary de seu objetivo: encontrar Ragnor Fell, o feiticeiro que pode ajudá-la a curar a mãe. Para localizar o bruxo, Clary contará com um misterioso aliado, Sebastian, um Caçador de Sombras (quase) irresistível. À medida que se aproxima de respostas, Clary conhece mais sobre seu passado — e consequentemente sobre o passado de seu irmão…
A Clave está reunida. Todos sabem que Valentim, fortalecido como nunca, está convocando um exército para exterminar os Caçadores de Sombras e conseguir os Instrumentos Mortais. Aparentemente, a única chance de sobrevivência é unir forças: Caçadores e integrantes do Submundo. É possível esquecer as diferenças e o preconceito de séculos para lutar lado a lado? E Clary, dividida pelo que sente por Jace, conseguirá se armar de seus novos poderes para salvar a Cidade de Vidro — custe o que custar? Jace já se decidiu: vai arriscar tudo por ela.
Resenha (contém spoilers): A história é narrada inteiramente em terceira pessoa, no qual há um narrador onisciente que sabe todos os pensamentos dos personagens. Em quase todas as cenas, a narração está sob o ponto de vista da protagonista Clary, mas também há alguns trechos narrados sob o ponto de vista de outros personagens, como Simon, Jace, Alec e Isabelle.
O terceiro livro da série Os Instrumentos Mortais começa uma semana depois dos acontecimentos de Cidade das Cinzas. Jace e Clary, juntamente com a família Lightwood estão se preparando para viajar até a cidade de Alicante.
É aí que Jace toma a decisão de que Clary não deve ir e acaba elaborando um plano com Simon onde os dois conseguem deixar Clary Para trás. Mas é claro que ela não iria ficar sozinha em Nova York enquanto o couro come em Alicante, mesmo porque ela precisa encontrar o mago Ragnor Fell, que é sua última esperança de salvar a vida da sua mãe, e também deter seu pai Valentim que, muito mais forte que no segundo livro, está a um passo de completar seu plano de iniciar a grande guerra entre os caçadores das sombras e uma legião de demônios vindos diretamente no inferno,
Nesse terceiro livro temos mais novos personagens que irão mudar rumo da história, como Sebastian Verlac, que é o primo de Jace, e que realmente vai virar a cabeça de todos de cabeça pra baixo. Enquanto que Simon, que também acabou viajando para Alicante, acaba preso pelo novo inquisidor que não bons planos para ele. Cabe agora a Jace salvá-lo da prisão, enquanto Clary tenta encontrar a ajuda para sua mãe, para que depois, todos juntos possam ira ao encontro de Valentim.
Um ponto importante na história de Cidade de Vidro é o conflito que os caçadores das sombras devem enfrentar, pois para deter Valentim eles precisarão da ajuda dos seres do submundo (Vampiros, Lobisomens, Fadas e bruxos), mas a relação entre eles não é lá aquelas coisas, assim, além de tentar impedir que Valentim consiga invocar seu exército de demônios, nossos heróis terão que fazer com que os caçadores das sombras e os seres do submundo lutem lado-a-lado nessa guerra que se aproxima.
Confesso que achei que esse terceiro livro ficou um pouco aquém dos dois anteriores, esperava mais um pouco de ação e emoção, o que não aconteceu muito. Mas não deixa de ser um ótimo livro com um bom final para a primeira trilogia da série, com acontecimentos surpreendentes, e introduzindo os acontecimentos que iniciarão a segunda trilogia da série Instrumentos mortais.
Enfim, é um ótimo livro, meio maçante no início, mas vale a pensa dar sequência nessa história muito legal de Cassandra Clare.
Abraços e boa leitura.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: